CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

Comentários desativados em CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

A presente monografia procura levantar algumas questões específicas sobre a transição do cinema em película para o cinema digital, conforme sua influência na cinematografia brasileira. É considerada relevante para o trabalho a análise do filme “Apenas o fim”, do cineasta Matheus Souza, filmado totalmente em mídia digital, tendo como eixo central da reflexão o processo de produção, distribuição e exibição da obra. Levanta-se com isso, a discussão em torno da democratização da produção na sétima arte, tentando-se compreender como tal evento se reflete na produção nacional e quais as mudanças e possibilidades na distribuição e exibição dos filmes digitais.

Projeto Cineclube luzes da cidade

Projeto Cineclube luzes da cidade

Comentários desativados em Projeto Cineclube luzes da cidade

O presente trabalho apresenta a proposta para realização do projeto Cineclube Luzes da
Cidade. O dossiê que precede o projeto visa conhecer e analisar a população de rua e as
ferramentas principais que compõem o projeto: o vídeo participativo e o cineclube, como
práticas de imputação de sentido. No projeto em si são expostas as estratégias para viabilizar a
realização de todas as etapas do processo de produção.

A prática da Produção de Arte nas Telenovelas Brasileiras: O caso de Cordel Encantado

A prática da Produção de Arte nas Telenovelas Brasileiras: O caso de Cordel Encantado

Comentários desativados em A prática da Produção de Arte nas Telenovelas Brasileiras: O caso de Cordel Encantado

O presente trabalho é um estudo da área de produção de arte em telenovelas brasileiras
com base na experiência prática na novela Cordel Encantado, exibida pela Rede Globo de
Televisão, no horário das 18h, de 11 de abril a 23 de setembro de 2011. O projeto busca ratificar
a importância desta profissão para a produção televisiva e para a área de produção cultural,
através do entendimento dos processos de produção e apontando as questões práticas do
departamento de produção de arte, além disso, também pretende colaborar para o início da escrita
acadêmica sobre o tema.

O Cinema Alemão e o Projeto Nazista

O Cinema Alemão e o Projeto Nazista

Comentários desativados em O Cinema Alemão e o Projeto Nazista

O presente trabalho visa analisar como se deu a relação entre cinema e política no contexto do III Reich, tendo em vista a importância que o cinema de propaganda assumiu na disseminação da ideologia nazista. Articulando conceitos e teóricos da área de ciências sociais, o trabalho possibilita o entendimento acerca das motivações que levaram o Partido Nazista, liderado por Adolf Hitler, a adotar a sétima arte como principal arma de propaganda política e de que maneira ele o fez.

Será que é só o Tufão que a Carminha manipula?

Será que é só o Tufão que a Carminha manipula?

Comentários desativados em Será que é só o Tufão que a Carminha manipula?

O presente trabalho tenta identificar a repetição de discursos nas mídias com o objetivo de criar padrões de comportamento e de consumo. Para isso, se apoia em teorias acerca dos meios de comunicação de massa, do consumo e de análise do discurso, culminando em um estudo de caso que relaciona o discurso presente na novela “Avenida Brasil” com os de revistas, em especial femininas, publicadas no período de exibição da novela.

O desafio da TV Pública refletido na programação da TV Brasil

O desafio da TV Pública refletido na programação da TV Brasil

Comentários desativados em O desafio da TV Pública refletido na programação da TV Brasil

O presente trabalho se propõe a estudar a TV Brasil, uma rede pública de televisão que iniciou sua programação no dia 02 de dezembro de 2007, após acontecimentos que demandaram a criação de uma rede de televisão pública brasileira, de abrangência nacional.
Ela é gerida pela EBC – Empresa Brasil de Comunicação, criada em outubro de 2007 para gerir os veículos de comunicação pública do país, como as rádios, a TV Brasil e a TV Brasil internacional e a Agência Brasil.

Virada Imagética na televisão. O caso HBO através das séries Família Soprano e Filhos do Carnaval

Virada Imagética na televisão. O caso HBO através das séries Família Soprano e Filhos do Carnaval

Comentários desativados em Virada Imagética na televisão. O caso HBO através das séries Família Soprano e Filhos do Carnaval

Este trabalho visa discutir a imagem televisiva e suas potencialidades, pautando sua análise no conceito de televisualidade proposto por James Thornton Caldwell, que vai direcionar para a virada imagética de W. J. T. Mitchell. Esses são os conceitos norteadores da pesquisa, que pretende estabelecer uma análise sobre transformação pela qual a imagem vai passar no período da neotelevisão através de duas séries dramáticas da HBO, “Família Soprano”, de David Chase, e “Filhos do Carnaval”, de Cao Hamburguer.

Produção Cinematográfica Brasileira: Antagonismos e aproximações entre os modelos de produção tradicional e informal

Produção Cinematográfica Brasileira: Antagonismos e aproximações entre os modelos de produção tradicional e informal

Comentários desativados em Produção Cinematográfica Brasileira: Antagonismos e aproximações entre os modelos de produção tradicional e informal

A produção cinematográfica brasileira possui oposições entre os dois modos principais de realização de um filme. Podemos classificar o primeiro como modelo independente de produção – no qual o autor é o protagonista em oposição ao modelo tradicional de produção cinematográfica, voltada para o mercado – no qual o produtor é quem toma as rédeas do filme. O curta-metragem Di-Cavalcanti é uma produção de 1977, dirigido por Glauber Rocha, exemplo das inovações da produção independente de filmes no Brasil na segunda metade do século.O estudo de caso do curta-metragem proposto
nesse trabalho perpassa a análise do filme Di-Cavalcanti e submerge em um tema mais amplo que é a produção cinematográfica brasileira, tanto o modelo tradicional da Cinédia, Atlântida e Vera Cruz quanto o modelo utilizado pelo movimento cinemanovista brasileiro.

A construção da imagem pública de Luciano Huck: o “Lar Doce Lar” e os mecanismos de dádiva, dominação e exercício de poder

A construção da imagem pública de Luciano Huck: o “Lar Doce Lar” e os mecanismos de dádiva, dominação e exercício de poder

Comentários desativados em A construção da imagem pública de Luciano Huck: o “Lar Doce Lar” e os mecanismos de dádiva, dominação e exercício de poder

A presente pesquisa trata da construção da imagem pública do apresentador e empresário Luciano Huck por meio da interação em redes sociais e nos discursos do quadro “Lar Doce Lar” em seu programa semanal “Caldeirão do Huck”.

O simbolismo da cor como caracterização de um espaço centrado na idéia do corpo em Amarelo Manga

O simbolismo da cor como caracterização de um espaço centrado na idéia do corpo em Amarelo Manga

Comentários desativados em O simbolismo da cor como caracterização de um espaço centrado na idéia do corpo em Amarelo Manga

O presente trabalho tem como centro uma análise do filme Amarelo Manga de Claudio Assis em que a cor assume papel fundamental não apenas na construção do universo imagético, como na simbolização e caracterização de um espaço que, em última instância, tentar-se-á mostrar nesse trabalho como o espaço perimetral do corpo em analogia ao recorte visual que declara com o próprio filme.