Arte-Educação e pedagogia de projetos: apontamentos para uma educação cultural

Arte-Educação e pedagogia de projetos: apontamentos para uma educação cultural

Comentários desativados em Arte-Educação e pedagogia de projetos: apontamentos para uma educação cultural

Tema de grande relevância e foco de discussões por todo o mundo, a educação, ao
longo dos anos, vem sendo abordada em inúmeras pesquisas e ações para que se possam
encontrar maneiras cada vez mais eficientes de educar, transmitir conhecimentos, partilhar
experiências, trocar informações e gerar discussões em torno de diversos assuntos, dentro
de um mesmo ambiente, a escola.
Procuramos neste trabalho buscar embasamentos acerca de como realizar estudos
da cultura nas escolas de ensino fundamental, a partir da hipótese de que a inclusão de tal
estudo da cultura é imprescindível e visando entender, através das investigações, como tal
ensino poderia ser praticado.
A investigação histórico-bibliográfica e os questionários aplicados em uma escola
alinhada com a pedagogia de projetos levaram-nos a concluir que a “educação cultural” é
fundamental para a formação do senso crítico, discussão e reflexão sobre cultura e seus
conceitos e a criação de espaços para que os estudantes opinem sobre os temas mais
variados dentro da sala de aula.

CANDOMBLÉ CULTURA VIVA: Impacto político e cultural na formação da sociedade brasileira

CANDOMBLÉ CULTURA VIVA: Impacto político e cultural na formação da sociedade brasileira

Comentários desativados em CANDOMBLÉ CULTURA VIVA: Impacto político e cultural na formação da sociedade brasileira

O presente trabalho tem o objetivo de buscar o entendimento do candomblé para além da religião, ou seja, como uma expressão cultural autentica que colaborou e continua influenciando a formação cultural brasileira. Percebendo que se faz necessário uma aproximação do fazer com o universo acadêmico, o estudo visa proporcionar ás pessoas que possuem algum interesse a respeito do assunto um conhecimento teórico, discutindo temas abordados pelo antropólogo Pierre Fatumbi Verge na década de 1950 e contrapondo com um trabalho de campo no terreiro Ilê àse obá Barú.

Trinta anos de Centro Cultural São Paulo (1982 – 2012) no coração da metrópole: cultura e política

Trinta anos de Centro Cultural São Paulo (1982 – 2012) no coração da metrópole: cultura e política

Comentários desativados em Trinta anos de Centro Cultural São Paulo (1982 – 2012) no coração da metrópole: cultura e política

Este trabalho propõe-se a analisar os antecedentes e os primeiros trinta anos (1982 –
2012) de existência do Centro Cultural São Paulo (CCSP) a partir da política executada pela
Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (SMC) e alguns dos eventos realizados pela
mesma dentro das dependências do equipamento cultural do Paraíso, na zona Sul da capital
paulista, ao longo deste período temporal.

OS ENCONTROS DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA.

OS ENCONTROS DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA.

Comentários desativados em OS ENCONTROS DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA.

Ao longo dos anos cresce o número de autores que vem discutindo a intrínseca relação existente entre a cultura e a educação. Para além do debate puramente dito, cresce também o número de iniciativas, sejam elas públicas ou privadas, que vem trabalhando para unir essas duas áreas. No presente trabalho temos como objetivo propor a atuação do produtor cultural dentro das instituições escolares, tomando como base que a escola tem se tornado espaço público de encontro, diálogo e construção de cidadãos produtores de cultura.

QUEM É DO MÉIER NÃO BOBÉIER.

QUEM É DO MÉIER NÃO BOBÉIER.

Comentários desativados em QUEM É DO MÉIER NÃO BOBÉIER.

Análise da política de gestão do Imperator – Centro Cultural João Nogueira, a partir da territorialidade e da construção de identidades no Méier.

Uma visão sobre o campo da cultura: políticas públicas culturais e educacionais no Brasil Contemporâneo

Uma visão sobre o campo da cultura: políticas públicas culturais e educacionais no Brasil Contemporâneo

Comentários desativados em Uma visão sobre o campo da cultura: políticas públicas culturais e educacionais no Brasil Contemporâneo

O presente trabalho tem por finalidade analisar a relação entre política educacional e política cultural no Brasil Republicano Contemporâneo. Sabendo das limitações da composição de um trabalho como este, tentei expor nas próximas páginas algumas questões que pudessem contribuir para amarrar a minha reflexão em relação as leituras e vivências na academia durante o período em que cursei as disciplinas para obter o grau de bacharel. Espero ter, pelo menos em parte, alcançado tais objetivos.

Todos os Direitos Desviados: as possibilidades de licenciamento dos bens culturais no Capitalismo Cognitivo

Todos os Direitos Desviados: as possibilidades de licenciamento dos bens culturais no Capitalismo Cognitivo

Comentários desativados em Todos os Direitos Desviados: as possibilidades de licenciamento dos bens culturais no Capitalismo Cognitivo

Em um contexto de aceleradas mudanças nas dinâmicas da produção cultural, o presente trabalho se propõe a investigar o movimento de capturas e resistências de novas práticas culturais que emergem no campo da Cultura Digital. O processo de digitalização dos bens culturais, que passam a não depender mais dos suportes físicos tradicionais de distribuição, desencadeia uma reconfiguração dos parâmetros de sua valoração, bem como da relação habitual que estabelecemos com sua fruição que, em processo de reconfiguração, ora se distancia e ora se aproxima dos preceitos de mercado e dos interesses do capital. A análise propõe como recorte as novas formas de licenciamento dos bens culturais, a saber: as licenças copyleft e as licenças copyfarleft. Para isso, o estudo se inicia por uma revisão teórica dos conceitos que orbitam em torno do capitalismo cognitivo, seguindo para um caminho que pretende elucidar as origens imediatas da formulação dessas novas licenças, para então analisar de que forma elas se aproximam ou se distanciam de uma postura de transformação frente a uma cultura de mercado.

A Indústria do Turismo e a apropriação e exploração de identidades locais: o caso “Favela Tour”

A Indústria do Turismo e a apropriação e exploração de identidades locais: o caso “Favela Tour”

Comentários desativados em A Indústria do Turismo e a apropriação e exploração de identidades locais: o caso “Favela Tour”

O presente trabalho analisa a Indústria do Turismo como instrumento não só de exploração das identidades culturais locais, mas também em seu aspecto “criador” de identidades, já que o mesmo tem o poder tanto de colocar em evidência quanto de ocultar determinados aspectos da cultura local.