Diagnóstico sobre gestão e usos de um equipamento cultural no interior da Bahia.

Diagnóstico sobre gestão e usos de um equipamento cultural no interior da Bahia.

Comentários desativados em Diagnóstico sobre gestão e usos de um equipamento cultural no interior da Bahia.

A pesquisa apresenta um diagnóstico sobre o Centro Cultural Ceciliano de Carvalho, principal
equipamento cultural de Senhor do Bonfim, cidade localizada na região norte da Bahia.
Foram investigados a gestão e usos do espaço de cultura, a partir de informações obtidas
através da pesquisa de campo, em entrevistas com gestores, artistas e produtores do
município. A análise da cena cultural bonfinense, feita através de pesquisa documental e
bibliográfica, antecede esta etapa. Foi diagnosticada a necessidade de reforma física,
equipamentos técnicos, equipe de trabalho, programação regular e, principalmente, efetivação
do protagonismo cultural no espaço. As 16 entrevistas realizadas forneceram dados para a
elaboração de um plano de ação para o Centro Cultural Ceciliano de Carvalho, tomando como
base o edital de Dinamização de Espaços Culturais, da Secretaria de Cultura do Estado da
Bahia (Secult-Ba). O trabalho apresenta como produto o blog Produção no Sertão, página na
qual foram disponibilizadas as entrevistas feitas durante a execução do estudo.

Metodologia PMBOK: uma opção para a gestão do Projeto Cultural

Metodologia PMBOK: uma opção para a gestão do Projeto Cultural

Comentários desativados em Metodologia PMBOK: uma opção para a gestão do Projeto Cultural

O objetivo deste estudo é apontar um caminho para a gestão de projetos culturais, utilizando a metodologia adotada pela profissão de Gestão de Projetos, o PMBOK – Project Management Body of Knowledge. Para que cada ponto seja elucidado, faremos uma breve trajetória da administração geral, até o surgimento da gestão. No caso cultural, faremos um apanhado do caso específico da administração cultural no Brasil.

Reconstrução de um povo chamado Quilombola.

Reconstrução de um povo chamado Quilombola.

Comentários desativados em Reconstrução de um povo chamado Quilombola.

O presente trabalho procura sintetizar o desenvolvimento das políticas públicas para cultura no Brasil e discutir conceitos que participam do dinâmico meio cultural. O objetivo específico do estudo é analisar e refletir o processo de participação de um objeto na ação cultural ponto de cultura, parte primordial do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura. Esta política pública foi implementada na gestão Gilberto Gil/Juca Ferreira (2003-2010). O foco do estudo de caso foi direcionado a uma comunidade negra rural da cidade de Paraty, Rio de Janeiro. A comunidade Campinho da Independência recebeu a titulação de suas terras no ano de 1999 a partir do art. 68 da Constituição Brasileira, o que desencadeou a apropriação da definição de quilombo. Buscou-se analisar os impactos no cotidiano dos sujeitos desta comunidade, suas relações socioculturais e reapropriação de alguns conceitos (entre eles “distâncias”, identidade e memória, visibilidade e reconhecimento).

Cultura popular e gestão cultural municipal: O estudo de caso da manifestação do (a) Jaraguá, Anchieta-ES.

Cultura popular e gestão cultural municipal: O estudo de caso da manifestação do (a) Jaraguá, Anchieta-ES.

Comentários desativados em Cultura popular e gestão cultural municipal: O estudo de caso da manifestação do (a) Jaraguá, Anchieta-ES.

Esta monografia trata do estudo de caso da manifestação folclórica do (a) Jaraguá, no município de Anchieta, no estado Espírito Santo. Este personagem da cultura popular é composto pela cabeça da caveira de cavalo e corpo de musgo de mangue, e sai durante o Carnaval assuntando quem quer que passe pela sua frente.

Através dessa figura discutimos os conceitos de cultura, cultura popular, identidade cultural e patrimônio cultural. A partir disto analisamos as apropriações e reelaborações destas concepções na gestão política cultural do município de Anchieta.