NITERÓI E SEU “CAMINHO” PARA A MODERNIZAÇÃO.

NITERÓI E SEU “CAMINHO” PARA A MODERNIZAÇÃO.

Comentários desativados em NITERÓI E SEU “CAMINHO” PARA A MODERNIZAÇÃO.

Este trabalho tem como foco o estudo do Caminho Niemeyer e sua relação com a cidade de Niterói e os moradores desta, através dos conceitos de território e territorialidades. Inicia-se pela análise dos planos urbanísticos aplicados na cidade desde o século XIX até a construção do Caminho. Dessa forma, o trabalho traz discussões sobre as atuais intervenções urbanísticas e os novos modelos de cidade e suas consequências sociais, tais como a espetacularização dos espaços das cidades e o marketing urbano ou city-marketing. Apresenta, também, críticas sobre o objeto deste trabalho, olhando-o sob a luz da sociabilidade e do pertencimento, questionando sua função social e cultural.

Centro Cultural das Artes Integradas da Ilha Do Governador

Centro Cultural das Artes Integradas da Ilha Do Governador

Comentários desativados em Centro Cultural das Artes Integradas da Ilha Do Governador

Este trabalho é um projeto de implantação de um centro cultural para a Ilha do
Governador. Através de um estudo de políticas culturais e como os centros culturais podem articulá-las, assim como da história e raízes culturais da Ilha do Governador, foi apontada uma forma de construir o centro cultural nessa região, pensada de modo a transformar a sua situação vigente. Além de demonstrar as possibilidades de crescimento da cultura local, tendo em vista que as ações e as políticas culturais têm um alcance limitado na região.

CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

Comentários desativados em CINEMA DIGITAL E DEMOCRACIA DA PRODUÇÃO NA SÉTIMA ARTE

A presente monografia procura levantar algumas questões específicas sobre a transição do cinema em película para o cinema digital, conforme sua influência na cinematografia brasileira. É considerada relevante para o trabalho a análise do filme “Apenas o fim”, do cineasta Matheus Souza, filmado totalmente em mídia digital, tendo como eixo central da reflexão o processo de produção, distribuição e exibição da obra. Levanta-se com isso, a discussão em torno da democratização da produção na sétima arte, tentando-se compreender como tal evento se reflete na produção nacional e quais as mudanças e possibilidades na distribuição e exibição dos filmes digitais.

Teatro Infantil – História, Reflexões e Caminhos

Teatro Infantil – História, Reflexões e Caminhos

Comentários desativados em Teatro Infantil – História, Reflexões e Caminhos

Este trabalho apresenta um panorama histórico do teatro infantil no Brasil e no mundo e aponta reflexões pertinentes ao teatro infantil como obra de arte e como produto cultural inserido na sociedade brasileira. Para a realização do estudo utilizou-se o método de revisão e compilação bibliográfica, somado à análise do cenário atual do teatro infantil, principalmente no eixo Rio-Niterói.

Cidades Criativas: a construção de um ideário e sua influência na cidade do Rio de Janeiro

Cidades Criativas: a construção de um ideário e sua influência na cidade do Rio de Janeiro

Comentários desativados em Cidades Criativas: a construção de um ideário e sua influência na cidade do Rio de Janeiro

O ideário das ‘cidades criativas’ está presente, em nível internacional, nas agendas das
cidades e tem sido apropriado por alguns atores públicos e privados no Rio de Janeiro, num
momento em que a cidade se prepara para receber grandes eventos, como Olimpíadas e Copa
do Mundo. Reconhecer quais ideias de cidade estão surgindo na apropriação e adaptação
deste ideário no território da cidade do Rio de Janeiro é de grande relevância, já que , segundo
a gestão municipal, este está sendo ‘requalificado’ na presente ocasião. Nos atuais processos
de franca transformação urbana, é notável a tentativa de construir uma imagem de cidade ‘boa
para os negócios’. Nesse sentido, é importante identificar as disputas simbólicas travadas
entre os diferentes atores por sua ação no território, assim como as percepções dominantes
que influenciam a construção e afirmação do ideário de ‘cidade criativa’ e as relações com o
chamado ‘momento Rio’. Para tanto, este trabalho realiza o reconhecimento de alguns
sujeitos, ideias-força e processos que configuram o ideário, como a chamada ‘economia
criativa’, recorrendo à análise do discurso, suas orientações e intenções, além da identificação
das plataformas de sua difusão, com sua chegada ao Rio de Janeiro. A partir da desconstrução
do ideário, buscamos perceber como a versão carioca de ‘cidade criativa’ vem se
configurando no território, quais disputas estão sendo travadas e as linhas dominantes de
entendimento do ideário. Com esse reconhecimento, por meio de pesquisa documental – seja
por eventos, matérias em jornais ou entrevistas – são desveladas imagens-síntese sobre a
relação entre ‘cidade criativa’ e megaeventos no Rio de Janeiro, que indicam a percepção da
‘cultura como plataforma de venda da cidade’. Este trabalho busca, portanto, contribuir para a
ampliação do debate contemporâneo em relação aos processos culturais urbanos,
principalmente no que diz respeito à construção do ideário de ‘cidade criativa’ e seus
impactos na cidade do Rio de Janeiro.

Meu querido Erasmus. Intercâmbio como Produção Cultural

Meu querido Erasmus. Intercâmbio como Produção Cultural

Comentários desativados em Meu querido Erasmus. Intercâmbio como Produção Cultural

O presente trabalho pretende analisar o fenômeno contemporâneo dos
intercâmbios e como essas experiências afetam diretamente a formação de
novos sujeitos e sua visão do mundo. Meu Querido Erasmus investiga as
trocas, descobertas acerca do contato com pessoas de diferentes
nacionalidades e vivências, identidades culturais e busca entender em quem se
transforma o sujeito que vive esses afetos de maneira intensa, esse ser
Erasmus, antropofágico, aberto, a possível representação do Ser pós-moderno,
o agente que conserva suas características pátrias e subjetivas, mas, passa a
ser um pouco de cada canto, um pouco de cada um, sendo, por isso, um
cidadão do mundo, que compreende as diferenças de cada indivíduo. O
trabalho também busca entender como o intercâmbio poderia influenciar o
comportamento dos estudantes depois de viver essa experiência.

PEDRA DO SAL: O resgate da memória africana em um dos berços do samba

PEDRA DO SAL: O resgate da memória africana em um dos berços do samba

Comentários desativados em PEDRA DO SAL: O resgate da memória africana em um dos berços do samba

As manifestações culturais de matriz africana, como o samba, vêm sendo
atualmente cada vez mais inseridas na cidade por meio de um intenso movimento de
resgate da cultura popular, como as rodas de samba que acontecem na Pedra do
Sal, que retomam um lugar da cidade tradicionalmente negro e vinculado ao samba.
É inegável, contudo, que as manifestações da cultura negra sejam um reflexo dos
gostos nos dias de hoje. A aproximação entre essa região que historicamente é
negra e afrobrasileira e seus admiradores é notório. É a partir do resgate do
passado, do antigo através da busca por compositores de gerações anteriores que
novos músicos recriam gêneros musicais tradicionais. Através de práticas,
representações, expressões artísticas e da profissionalização constroem as suas
identidades de sambistas. Os consumidores criam um espaço para interação,
sociabilidade e mantém relações sociais. Esse público consumidor recria a figura de
um novo malandro através da manutenção de alguns itens tradicionais na
vestimenta desse personagem e também pela troca e acréscimo de outros. Os
consumidores das rodas de samba da Pedra do Sal criam uma identidade coletiva
por possuírem algumas práticas e valores em comum.

KITSCH FOR DUMMIES : manual de instruções para novos usuários

KITSCH FOR DUMMIES : manual de instruções para novos usuários

Comentários desativados em KITSCH FOR DUMMIES : manual de instruções para novos usuários

A pesquisa analisa o kitsch, através de estudos de caso. Após seu surgimento, durante
a modernidade, as mudanças comportamentais e artísticas desenvolveram duas classes, e com
elas, dois produtos de consumo: a vanguarda e o kitsch. Porém é na pós-modernidade que ele
tem seu reconhecimento. A estética presente na arte e nas diversas formas de consumo, fazem
parte de um estilo resistente. Este trabalho apropria-se da linguagem de um manual de
instruções; com base nos teóricos Clement Greenberg, Abraham Moles, Hal Foster, Rozalind
Krauss, Marshall Berman, David Harvey, Clara Irazabal e outros, para construir o percurso do
kitsch até os dias atuais.

Projeto Cineclube luzes da cidade

Projeto Cineclube luzes da cidade

Comentários desativados em Projeto Cineclube luzes da cidade

O presente trabalho apresenta a proposta para realização do projeto Cineclube Luzes da
Cidade. O dossiê que precede o projeto visa conhecer e analisar a população de rua e as
ferramentas principais que compõem o projeto: o vídeo participativo e o cineclube, como
práticas de imputação de sentido. No projeto em si são expostas as estratégias para viabilizar a
realização de todas as etapas do processo de produção.

COMÉRCIO DA FAMA: Um panorama histórico sobre o fenômeno da celebridade

COMÉRCIO DA FAMA: Um panorama histórico sobre o fenômeno da celebridade

Comentários desativados em COMÉRCIO DA FAMA: Um panorama histórico sobre o fenômeno da celebridade

A partir da análise de textos produzidos por estudiosos da comunicação e da cultura,
esse trabalho tem o intuito de explorar o processo histórico responsável pela popularização do
conceito de celebridade. Utilizando discussões sobre a presença de características românticas
na sociedade atual, pretendemos compreender o impacto que a figura pública que chamamos
de celebridade exerce na sociedade. Suas influências em relação ao gosto e o comportamento
do indivíduo contemporâneo, inclusive na forma de se vestir, são alguns dos resultados
encontrados.
Apesar de não haver um senso comum sobre a forma como este fenômeno
contemporâneo surgiu, sua intensa relação com a indústria cultural é inegável. Este estudo
tem como objetivo refletir sobre a utilização que esta indústria faz dos conceitos de
autenticidade e celebridade no âmbito do cinema e da televisão, sempre relacionando ao
consumismo. Também faz parte desta pesquisa o mapeamento referente ao momento histórico
que iniciou esse processo, assim como sua ligação com o período romântico.
Uma análise sobre a história da sociedade nos leva a crer que as celebridades já
existem há alguns séculos, porém, a forma como são “produzidas” tem se modificado. Os
discursos envolvendo a autenticidade, desenvolvidos e exemplificados ao longo dos primeiros
capítulos, se estendem até as últimas páginas do presente trabalho. Para fins de conclusão
desta pesquisa, uma análise sobre a autenticidade e do que se entende por celebridade dentro
do universo chamado Big Brother Brasil é exposta ao leitor. Responsável por lançar
celebridades a cada edição, o programa é apontado aqui como expressão máxima do
“ordinário” e do comum na televisão brasileira. Como resultado, as trajetórias percorridas por
Grazi Massafera e Sabrina Sato ilustram uma característica já conhecida deste reality show:
trabalhar a imagem dos participantes e lança-los na indústria do entretenimento, seja através
de uma carreira temporária ou mais uma duradoura.